Léo dá sinal verde para a CPI da Semas

iG Minas Gerais |

Os 23 vereadores da Câmara de Betim têm agora um norte para seguir. O próprio Léo Contador (DEM) assinou o requerimento solicitando a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito feito pela bancada do PT. A CPI, que servirá para investigar denúncias de corrupção na Secretaria de Assistência Social, quando Léo era o secretário, conta agora com seis votos. São necessários outros dois parlamentares.

O apoio de Léo põe por terra as restrições criadas pelo corporativismo de boa parte dos parlamentares betinenses que queria evitar a investigação. “Se ele mesmo quer ser investigado é bom que assim seja. Essa assinatura pode servir para que a CPI dê a ele o atestado inconteste de integridade”, comentou um influente assessor da presidência da Casa.

As assinaturas foram coletadas após um caloroso embate entre Léo Contador e Antônio Carlos. Isso porque, como retaliação ao requerimento da CPI da Semas, feito a pedido do petista, Léo solicitou que fosse aprovado outro requerimento para investigar um convênio entre a prefeitura e uma ONG ligada à Renovação Carismática, celebrado na gestão da ex-prefeita Maria do Carmo Lara (PT).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave