Paulão diz ter sido vítima de racismo no Gre-Nal

Após vencer o rival de virada e seguir para a final do Gaúcho, jogador colorado foi agredido com palavras de alto teor preconceituoso

iG Minas Gerais |

A primeira partida da final do Campeonato Gaúcho, que marcou o 400º encontro entre Grêmio e Internacional na história dos dois maiores rivais do futebol do Rio Grande do Sul, foi manchada por mais um caso de racismo, neste domingo. O zagueiro Paulão, ex-Grêmio, mas que hoje atua pelo Inter, alega ter sido ofendido por gestos imitando macaco na saída para o vestiário da Arena Grêmio.

De acordo com a Rádio Gaúcha, Paulão teria identificado o agressor, que estava perto do túnel de acesso aos vestiários. O gremista, então, teria subido as arquibancadas para se misturar com outros torcedores. O zagueiro, irritado, gritava pedindo que seu agressor voltasse e o encarasse.

Williams, volante do Internacional, contou aos repórteres presentes no local que presenciou as ofensas. "Torcida de m... fala mal de preto. Fizeram gritos de macaco para o Paulão. Não vale a pena ir na polícia. Torcida de m...", reclamou.

Após o jogo, o técnico Abel Braga concedeu entrevista coletiva e falou sobre o ocorrido. "Poderia ser uma festa mais legal, mas, depois daquela atitude em relação ao Paulão, tirou a beleza disso tudo. Lamentável isso, é nojento ter que ficar falando nisso". O Inter venceu o jogo por 2 a 1.