Artilheiro decide, Vasco bate Flu e pega Fla em decisão

Decisão do Campeonato Carioca começa no próximo domingo; Flamengo leva vantagem de dois empates

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Placar de 1 a 0 foi suficiente para que a equipe do Vasco se classificasse à final do Carioca
Placar de 1 a 0 foi suficiente para que a equipe do Vasco se classificasse à final do Carioca

Com um gol do artilheiro do Campeonato Carioca, o atacante Edmílson, o Vasco venceu o Fluminense por 1 a 0, neste domingo à tarde, no Maracanã, e se classificou para a final da competição. O campeão sairá de dois jogos diante do Flamengo, a partir do próximo domingo. O time rubro-negro leva a vantagem de dois empates. A equipe de São Januário não chegava a uma decisão do Carioca desde 2004.

"Foi a vitória da persistência, da aplicação da entrega", disse Edmílson, que já marcou 11 vezes no torneio estadual, logo após o clássico deste domingo.

O Fluminense pagou o preço de uma escalação conservadora. Renato Gaúcho optou por uma formação com três volantes de características defensivas. Pensava claramente em repetir o empate da quinta-feira (1 a 1), o que serviria para seu time. Mas, só depois do gol de Edmílson, aos 44 minutos do primeiro tempo, o técnico do time tricolor resolveu tornar sua equipe mais ofensiva.

Com o passar do tempo, ele substituiu Diguinho por Wagner, que também atua na posição, mas vai com facilidade ao ataque, e o também volante Rafinha pelo atacante Biro Biro. Mas nada disso surtiu efeito.

A presença marcante de Edmílson na área para fazer o único gol do jogo, numa bola que recebeu de presente de Rodrigo, compensou todo o esforço do Vasco e a eficiência tática da equipe. Além da velocidade de Everton Costa pela esquerda e do talento de Douglas na criação das jogadas, o Vasco também contava com uma zaga firme, um valente e às vezes desleal Guiñazu na marcação do meio campo e a boa fase do goleiro uruguaio Martin Silva.

Ao Fluminense faltavam a ousadia de Conca e o poder de decisão de Fred. O atacante até que se movimentou bem e fez um gol anulado, mas ainda está longe de ser aquele jogador que comanda sua equipe em campo e que aparece na hora certa para finalizar, como foi no primeiro semestre de 2013 e, depois, na Copa das Confederações, pela seleção brasileira.

A partida teve público inferior a 20 mil pessoas, em mais uma demonstração de que a edição 2014 do Carioca não emplacou. Fora do estádio, torcedores de facções rivais de Fluminense e Vasco se enfrentaram e a polícia interveio.

"Vamos trabalhar firme para a decisão. Na final, tudo é nervosismo, euforia. Tem que dar um algo a mais para ser campeão", declarou Douglas, um dos destaques do Vasco no clássico de ontem.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 X 1 VASCO

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Elivélton e Carlinhos; Valencia, Diguinho (Wagner), Rafinha (Biro Biro) e Conca; Fred e Walter (Rafael Sóbis). Técnico - Renato Gaúcho.

VASCO - Martin Silva; André Rocha, Rodrigo, Luan e Diego Renan (Marlon); Guiñazu, Pedro Ken e Douglas; Everton Costa, Reginaldo (Fellipe Bastos) e Edmílson (Thalles). Técnico - Adilson Batista.

GOL - Edmílson, aos 44 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique.

CARTÕES AMARELOS - Reginaldo, Rodrigo, Douglas, Martin Silva e Valência.

RENDA - R$ 663.990,00.

PÚBLICO - 15.925 pagantes.

LOCAL - Maracanã.

Leia tudo sobre: vascofluminensefinalcampeonato carioca 2014