Palmeiras promete se impor no Pacaembu para avançar

Verdão enfrenta o Ituano neste domingo, em partida marcada para iniciar às 18h30, em São Paulo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Uma das pistas dadas pelo treinador, é que ele treinou diferentes variações
Reprodução/Facebook
Uma das pistas dadas pelo treinador, é que ele treinou diferentes variações

Diante do Bragantino, quando venceu na última quinta-feira por 2 a 0 pelas quartas de final, o Palmeiras mostrou que sabe muito bem o caminho das pedras para bater o Ituano neste domingo, às 18h30, no Pacaembu, e chegar à decisão do Paulistão. Basta se impor e não dar chances para a zebra aparecer.

Caso consiga a classificação, o Palmeiras volta a uma final do campeonato estadual após seis anos. Em 2008, ainda comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o time enfrentou a Ponte Preta na decisão e sagrou-se campeão.

O adversário deste domingo tende a ser bem mais complicado do que o time de Bragança Paulista foi na quinta-feira. O Ituano tem a melhor defesa do campeonato - com 10 gols sofridos - e deu muito trabalho para o Palmeiras na primeira fase, quando foi derrotado por 1 a 0, em jogo que o goleiro Fernando Prass saiu como destaque.

Para chegar à decisão, o Palmeiras também deve contar com a força de sua torcida. A expectativa da comissão técnica é de que pelo menos 30 mil palmeirense estejam no estádio gritando pelo time na noite deste domingo.

Em campo, o técnico Gilson Kleina avisou que não pretende fazer grandes invenções, mas que vai trazer mais surpresas, como aconteceu contra o Bragantino, quando colocou Wesley caindo mais pelas pontas e desmontou a defesa adversária. "Está dando gosto de ver o time jogar", resumiu o lateral-esquerdo Juninho.

O problema é que o meia chileno Valdivia, que foi desfalque na classificação diante do Bragantino, pode desfalcar o time neste domingo. Ele sente dores no tornozelo direito e, se não tiver condições de jogo, o paraguaio Mendieta pode entrar.

No início da noite do último sábado, Valdivia foi confirmado na lista de relacionados para o confronto, mas Wendel sofreu uma lesão e virou desfalque. O lateral sofreu uma microlesão na coxa direita e desfalcará o time. O volante França, com dores na panturrilha, também continua fora. Sem Wendel, Tiago Alves pode ser deslocado para a lateral e Wellington pode entrar na zaga.

Outro fator que o treinador terá que administrar é a disciplina. São sete jogadores pendurados com dois cartões amarelos, inclusive Valdivia - os outros são Wendel, Marcelo Oliveira, Bruno César, Mendieta, Eguren e Wellington -, o que pode provocar desfalques importantes para o Palmeiras numa eventual classificação para a final.

Leia tudo sobre: palmeiraspacaembuituanosemifinalfinal