Por entrosamento, Mano Menezes até filma treinos do Corinthians

Próximo jogo do Corinthians é apenas no dia 20 de abril, contra o Atlético, pelo Campeonato Brasileiro

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Próximo jogo do Corinthians é apenas no dia 20 de abril, contra o Atlético, pelo Brasileirão
Reprodução/Corinthians
Próximo jogo do Corinthians é apenas no dia 20 de abril, contra o Atlético, pelo Brasileirão

O Brasileirão só começa no dia 20 de abril para o Corinthians, mas Mano Menezes já sabe qual sua missão na competição: chegar entre os times que garantem vaga à Libertadores de 2015. Para isso, o treinador apostará num esquema mais ofensivo no campeonato, com dois meias, Renato Augusto e Jadson, e dois atacantes.

Com um futebol mais ofensivo, o treinador espera apagar da mente do torcedor a imagem negativa de 2013, quando o Corinthians não marcava gols e chegou a lutar contra o rebaixamento.

Dentre as várias prioridades de contratações, a armação das jogadas parece o setor com menos problemas: Rodriguinho, Danilo e Zé Paulo são considerados bons reservas e Mano investirá tudo na dupla Renato Augusto e Jadson.

O entrosamento dos dois, além do aprimoramento da forma física de ambos virou uma das grandes metas nesse período de quase um mês sem jogos. A dupla vai receber atenção especial e vem tendo, inclusive, seus movimentos gravados. Tudo que fazem juntos está sendo filmado para depois ser repassado ao grupo de como Mano Menezes quer que seja o trabalho ou mesmo as jogadas.

"A ideia é essa sem dúvida nenhuma (entrosar a dupla). Já estamos fazendo isso nos trabalhos. Estou observando muito nossa armação", fala Mano, que já utilizou diversas peças nesse início de ano e agora parece ter encontrado a parceria ideal.

Só para se ter uma noção do desespero de Mano na armação, ele já chegou a utilizar Ibson, Douglas, Rodriguinho, Zé Paulo, Danilo, Ramirez e até Bruno Henrique mais adiantado até bater o martelo por Jadson e Renato Augusto.

Ciente, porém, de que a competição é longa, ele quer passar os vídeos das jogadas para quando necessitar mudar, o time não cair de rendimento. "Vamos desenvolver o sistema de jogo com Renato Augusto e Jadson, firmar, mas durante um campeonato longo como o Brasileiro, vai existir a necessidade de muitas trocas, só que na medida que o sistema estiver firmado, quem entrar, entra numa engrenagem que é muito mais fácil para ele. Terá apenas de entender a função que vai fazer e desenvolvê-la no campo."

Outro ponto tratado com carinho é a defesa. Como mudou quase todas as peças em relação a 2013 - sobrou apenas Gil nos titulares - Mano quer deixá-la em ponto de bala. "Precisamos trabalhar mais nossa linha de quatro, mexemos em três posições, isso é muita coisa para ajustar em poucos treinamentos. Com essa parada, teremos a oportunidade para fazer isso."

Cléber, escolhido para formar o paredão com Gil, aprova. "Vamos treinar bastante e iniciar o Brasileiro com tudo. Bem lá atrás, nossa equipe tem tudo para fazer muitos gols e arrancar bem."

Leia tudo sobre: corinthiansmano menezes