Para ganhar mais confiança

Alex Silva e Marion buscam espaço com Autuori, enquanto Tchô quer seguir em alta com Moacir Jr.

iG Minas Gerais | Antônio anderson e fernando almeida |


Tchô é a esperança do time americano na criatividade e nos gols
Douglas Magno / O Tempo
Tchô é a esperança do time americano na criatividade e nos gols

Os jogadores do Atlético e do América entram em campo hoje para provar aos torcedores que podem ser confiáveis para o restante da temporada. Enquanto os atletas alviverdes desejam mostrar que o placar de 4 a 1 na partida de ida da semifinal deste Campeonato Mineiro foi um simples deslize, os alvinegros acionados pelo técnico Paulo Autuori querem deixar claro que podem ser vistos como boas opções para voos mais altos, como a decisão do Estadual e duelos na Libertadores.

O jogo de volta da semi do Mineiro entre Galo e Coelho começa às 18h30 de hoje e será disputado na Arena Independência. O mando é do Atlético e, em campo, o duelo decide uma vaga para a final do torneio estadual. O América segue em busca de um milagre, já que o time precisa conseguir uma vitória por uma diferença de quatro gols para chegar à final do torneio após dois anos, e o time preto e branco vai atrás de um bom resultado para aumentar a confiança visando ao confronto diante do Santa Fe-COL, na próxima quinta (3).

Na equipe atleticana, um dos jogadores que têm ganhado cada vez mais a confiança de Autuori é o lateral Alex Silva. O jovem de 19 anos agradece o apreço do comandante em seu futebol, mas admite querer mais.

“Ele (Autuori) me deu oportunidade e estou assimilando a cada dia mais os ensinamentos e ajudando o Atlético”, disse Alex Silva, que reitera a importância de o Galo ter um elenco forte.

“A palavra certa nem é reserva. Somos jogadores de qualidade, prontos para dar o melhor”, completou.

Outro garoto formado na base do Galo que vai ganhando destaque e tendo seu nome gritado pela torcida é o atacante Marion. Ele prega cautela aos mais exaltados, mas garante que tem como objetivo tornar-se um ídolo no clube alvinegro.

“Todo jogador quer a mesma trajetória dos jogadores que passaram aqui, querem ser ídolos como o Bernard, por exemplo”, comentou Marion.

No lado do América, o primeiro grande objetivo é “somente” vencer. A necessária goleada para garantir a vaga é encarada como um bônus dessa meta alviverde.

“Nosso desafio é vencer o Atlético. O sonho é garantir a classificação. Todos temos consciência da situação difícil, mas acreditamos que podemos fazer uma boa atuação e conseguir a vitória”, afirmou o meia Tchô, que busca também a artilharia do Mineiro 2014.

“São nesses momentos que aparecem os verdadeiros jogadores, os verdadeiros guerreiros. Não chegamos à semifinal do Mineiro por acaso. Podemos inverter essa desvantagem para garantir vaga na decisão”, complementou Ricardinho.

Equipes. O Atlético vai a campo com o time reserva, podendo ter os ‘reforços’ de Victor, Otamendi e Jô. Já o técnico Moacir Júnior só confirmará o Coelho no vestiário, mas deverá reforçar o meio-campo colocando três volantes e deixando Tchô na armação para os atacantes Obina e Ricardinho.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave