Jogadores do Botafogo protestam por atrasos salariais

Atletas ficaram 10 minutos sentados em cadeiras de plástico, durante o treino no Engenhão, para protestar contra salários atrasados

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Botafogo espera conquistar a sua primeira vitória na temporada com os seus titulares em ação
Vitor Silva / SSPress
Botafogo espera conquistar a sua primeira vitória na temporada com os seus titulares em ação

A insatisfação do elenco do Botafogo por ter que passar mais uma vez pela situação de não receber salários fez com que os jogadores alvinegros protestassem antes do treino deste sábado, no Engenhão. Por cerca de 10 minutos, eles permaneceram sentados em cadeiras de plástico, do lado de fora do gramado, observados pela comissão técnica. A promessa inicial era que o protesto durasse meia hora, mas a ação, contra a diretoria, durou apenas um terço deste tempo. Quando o presidente do clube, Maurício Assumpção, chegou ao Engenhão, acompanhado do vice de futebol Chico Fonseca e do gerente executivo de futebol Aníbal Rouxinol, os jogadores já treinavam normalmente. A tendência é que, neste domingo, o grupo faça greve e não apareça para o treino programado para às 9h, no Engenhão. Os jogadores, porém, não querem prejudicar a campanha na Libertadores e devem cumprir a programação de treinos na segunda e terça-feira, ainda que protestando antes das atividades, assim como aconteceu neste sábado. Na quarta-feira a equipe tem jogo-chave contra o Union Española, no Maracanã, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. A equipe foi eliminada do Campeonato Carioca sem nem conseguir avançar à semifinal.

Leia tudo sobre: botafogotreinoengenhãoatraso salariallibertadores