Sada Cruzeiro elimina donos da casa e garante vaga na final

Equipe celeste não tomou conhecimento dos donos da casa e bateu o adversário por 3 sets a 0

iG Minas Gerais | Ana Paula Moreira |

O atual campeão do mundo e melhor colocado na fase de grupos da Superliga masculina de Vôlei mostrou de novo o seu poder. Com a Arena Vivo lotada, dividida entre torcedores do Vivo-Minas e do Sada Cruzeiro, o time estrelado venceu os donos da casa, mais uma vez, por 3 sets a 0, parciais de 17/21, 17/21 e /21. Com a vitória, o Sada Cruzeiro garantiu vaga na grande decisão da Superliga masculina, que será com mando de quadra do time celeste. O Sada espera agora o vencedor de Sesi-SP e Campinas. O time de São Paulo venceu o primeiro confronto.

Com a obrigação de vencer hoje para forçar a terceira partida, o Minas entrou nervoso para o segundo confronto das semifinais da Superliga masculina de vôlei diante do Sada Cruzeiro. Os donos da casa erraram bastante e sentiram a pressão da necessidade de vitória.

O início do primeiro set foi bastante disputado. Com o passe na mão, o levantador William conseguia distribuir muito bem o jogo. Com isso, o Sada abriu seis pontos de vantagem, se aproveitando de erros do adversário. O time da casa pediu tempo e voltou melhor, diminuindo a diferença para três pontos. Mas, melhor em quadra desde o começo, o Sada fecha o primeiro set em 17 a 21, com um erro de saque do central Henrique, do Minas.

Saque forçado, recepção funcionando, ataque potente e bloqueio em cima. Essas foram as armas do Sada Cruzeiro para iniciar a segunda parcial com tudo. O time celeste logo abriu 3 a 0 e manteve uma boa vantagem por todo o set. Após perder duas oportunidades de vencer, o ponta Filipe desce a mão e crava a bola no meio da quadra, encerrando a parcial em 17 a 21.

Precisando da vitória para se manter vivo na partida, o Minas entrou mais concentrado e não deixou o adversário abrir diferença. Com o jogo empatado em 6 a 6, os dois times reclamaram da marcação do árbitro, que não marcou um quarto toque da equipe estrelada. Muito nervoso, o levantador Marcelinho, do Minas, reclamou e levou o cartão vermelho – ele já havia recebido um amarelo antes por reclamação.

Depois disso, o Sada abriu vantagem com um lance genial de William e um ace de Wallace. O time celeste não perdeu mais a ponta e aumentou a vantagem com ótimos ataques de Filipe, Wallace e Leal. Com uma bomba de Isac pelo meio, o Sada Cruzeiro fechou o set em 16 a 21 e se classificou para mais uma final.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave