Adolescente é mantida refém pelo ex por sete dias

Antes de sequestrá-la, suspeito simulou um assalto à família da vítima no Sul de Minas

iG Minas Gerais | jhonny cazetta |

Na imagem, fachada da delegacia de Sete Lagoas, na região Central
CRISTIANO TRAD - 5.11.2012
Na imagem, fachada da delegacia de Sete Lagoas, na região Central

Após sete dias como prisioneira do próprio namorado, uma adolescente de 15 anos foi libertada na manhã de ontem pela Polícia Civil de Sete Lagoas, na região Central. A menina teria sido sequestrada por Júnior Flávio Camilo, 26, na sexta-feira passada, após terminar o relacionamento com ele e voltar a viver com a família, em um sítio de Soledade de Minas, no Sul do Estado.

De acordo com o delegado Juarez Ferreira da Luz, o rapaz invadiu o sítio com outros dois suspeitos. Os três estavam armados, encapuzados e primeiramente simularam um assalto. “Durante um descuido, ele retirou o capuz, e as vítimas o reconheceram. As partes começaram a brigar, e ele disse que só sairia de lá com a garota”, contou um investigador.

Durante a confusão, o suspeito ameaçou de morte o padrasto da menina e teria dito que “ele seria só o primeiro a morrer”, caso a adolescente não reatasse o relacionamento. “As testemunhas contam que a menina, chorando muito, decidiu ir com os suspeitos, para evitar mortes de familiares”, acrescentou o policial.

Antes de deixarem o sítio, os três homens roubaram diversos aparelhos eletrônicos, como televisor, computador e celular. Após a libertação da jovem, a polícia prendeu o suspeito já com um mandado judicial. Ele foi encaminhado ao presídio da cidade e deve responder pelo crime de roubo seguido de sequestro. Os outros dois comparsas ainda estão sendo procurados.

Relação. A família da menina contou em depoimento que o relacionamento entre os dois sempre foi complicado. Em 2012, a mãe da menor chegou a registrar um boletim de ocorrência por agressão contra a menina.

Revoltado com a situação, o homem então se mudou com a namorada para Sete Lagoas, sem o consentimento da família. A garota permaneceu com ele até 12 de março deste ano, quando ligou para a mãe pedindo que a buscasse, pois estava apanhando do namorado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave