Presa dupla que trancou funcionários em banheiro e tentou roubar loja

Suspeitos tentaram se passar por trabalhadores do comércio para conseguir escapar da polícia; um criminoso conseguiu deixa o local e ainda não foi localizado

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

A Polícia Militar (PM) prendeu na noite desta sexta-feira (28) dois jovens que trancaram a gerente de uma loja e um funcionário dentro de um banheiro e tentar levar 68 celulares do comércio localizado no bairro Guarani, na região Norte de Belo Horizonte. O terceiro criminoso, que estava do lado de fora monitorando a ação, fugiu ao perceber a aproximação da guarnição.

Militares foram acionados por uma testemunha que passou pelo local e percebeu três homens na porta de um comércio da avenida Waldomiro Lobo. “O que me deixou alerta para o ocorrido foi o horário. As atividades comerciais são encerradas às 19h e já havia passado o horário. Desconfiamos que poderia ser um assalto e fomos conferir”, contou o sargento Dalmazio da 18ª Cia do 13º Batalhão.

No loca, militares se depararam com dois suspeitos deixando o comercio. Um estava com uma mochila e o outro com uma caixa na mão. Inicialmente os suspeitos declararam que trabalhavam no local, porém, a polícia percebeu que se tratava de um assalto.

A gerente da loja e um funcionário foram encontrados dentro de um banheiro. Os suspeitos passaram a chave da porta para que as vítimas pudessem sair depois do assalto. Em depoimento, as vítimas contaram que estavam encerrando o expediente e deixando o local quando foram abordadas.

Foram apreendidas a moto usada no assalto e a arma calibre 38. Quevim Douglas de Oliveira, de 19 anos, e Luciano Horta de Sousa, de 20, moradores do bairro Cristina, em Ribeirão das Beves, na região metropolitana de Belo Horizonte,  já tem passagem, por nota falsa e ameaça. Um dele declarou ter comprado a arma por R$ 1.200, mas, não quis dizer aonde comprou.

A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Venda Nova.   

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave