Vôlei Amil elimina São Cristóvão Saúde-São Caetano no segundo jogo

Time de Campinas superou força da torcida do ABC paulista, que fez seu papel durante os três sets

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Vôlei Amil foi superior durante todo o duelo
FELIPE CHRIST - VÔLEI AMIL
Vôlei Amil foi superior durante todo o duelo

O favoritismo das equipes mais fortes da Superliga feminina continua sendo confirmado. Depoi das classificações de Molico-Nestlé-SP e Unilever-RJ, que se garantiram, ao final de 22 rodadas,em primeiro e terceiro lugar, respectivamente, a noite de sexta-feira foi encerrada com a passagem do Vôlei Amil-SP para as semifinais da competição. O time de Campinas, que chegou aos play-offs com a segunda melhor campanha, venceu o São Cristóvão Saúde-São Caetano-SP pot 3 a 0 (21/19, 21/13 e 21/18), fora de casa.

Com o resultado, uma das semifinais já está definida. Unilever e Vôlei Amil farão um duelo equilibrado e imprevisível nos próximos dias. "Será um duelo complicado, diante de um adversário forte. Agora é trabalhar para chegar neste confronto da melhor forma", comenta a levantadora Claudinha. 

A outra semifinal será entre Molico-Nestlé-SP e o classificado do confronto entre Sesi-SP e Banana Boat-Praia Clube. Depois de vencer o primeiro jogo, em casa, o Sesi visita o Praia neste sábado, às 13h, precisando vencer para sacramentar passagem para a próxima fase. Se perder, o Sesi terá que decidir a classificação no terceiro jogo diante das mineiras.

Depois de passar pelo adversário no primeiro jogo, dentro de casa, o time campineiro fechou a série melhor de três em apenas dois jogos, superando a força da torcida adversária, que fez seu papel durante todo o confronto.

Apesar do maior investimento e do elenco cheio de estrelas, a equipe de José Roberto Guimarães teve dificuldades diante de um time bem montado por Hairton Cabral.

A diferença técnica entre as duas equipes foi diminuída com muito empenho por parte do time do ABC Paulista, que incomodou, durante a temporada, equipes muito superiores, pelo menos no papel.

A aplicação tática do São Caetano foi valorizada ao dar trabalho para um dos semifinalistas da Superliga. Mas, diante de um adversário, tão qualificado, não foi possível ir além das quartas de final. "No primeiro jogo, não engrenamos. Hoje, foi diferente, estivemos mais soltas e alegres. Viemos mais dispostas, mas a classificação, infelizmente, não veio. De qualquer forma, acredito que fizemos um bom jogo", destaca a levantadora Carol. 

Depois de um primeiro set equilibrado e decidido nos detalhes, o Vôlei Amil sobressaiu no set seguinte, que esteve parelho somente até o primeiro tempo técnico. Depois daí, as visitantes deslancharam e conseguiram impor seu ritmo de jogo para abrir 2 a 0.

O terceiro set voltou a ter troca de pontos entre os times. Era tudo ou nada para o São Caetano, que lutou muito, mas parou na eficiência do time de Campinas.