Com lesão, Nishikori desiste e Djokovic avança à final

Algoz de Roger Federer nas quartas de final, japonês não resistiu a fortes dores musculares e abriu caminho para o número dois do mundo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Djoko comprovou que Wawrinka é seu freguês e venceu o 14º jogo em 16 partidas com o rival
Divulgação/US Open
Djoko comprovou que Wawrinka é seu freguês e venceu o 14º jogo em 16 partidas com o rival

O sérvio Novak Djokovic contou com mais uma desistência para avançar na chave do Masters 1000 de Miami sem precisar suar. Nesta sexta-feira, o japonês Kei Nishikori, algoz de Roger Federer nas quartas de final, alegou lesão para desistir do confronto e abriu caminho para o número dois ir à final.

Nishikori desistiu da partida, que seria uma das mais importantes da sua carreira, por causa de dores na virilha esquerda. O japonês não resistiu à batalha contra Federer, que durou 2h10min na noite de quarta-feira. Em bom momento, ele também eliminou o espanhol David Ferrer e o búlgaro Grigor Dimitrov no caminho até a semifinal.

"Estou muito decepcionado e peço desculpas aos fãs que esperavam ver este jogo hoje. Este torneio estava sendo muito especial para mim", disse o japonês, atual número 21 do mundo.

A desistência facilitou ainda mais o caminho de Djokovic em Miami. O sérvio já havia contado com o abandono do alemão Florian Mayer na terceira rodada. Assim, ele precisou vencer apenas três partidas para chegar à final em uma competição na qual tenistas não cabeças de chave tem que jogar até sete partidas para faturar o título.

Djokovic vai tentar buscar o quarto título em Miami, ainda no embalo do troféu de Indian Wells conquistado no dia 16. Agora ele vai aguardar o confronto entre o espanhol Rafael Nadal, número 1 do mundo, e o checo Tomas Berdych para conhecer seu adversário na decisão. Eles se enfrentam ainda nesta sexta. A final está marcada para o domingo.

DUPLAS - A veterana Martina Hingis conquistou vaga na final de duplas femininas de Miami nesta sexta. Ao lado da alemã Sabine Lisicki, a suíça eliminou a parceria formada por Cara Black, de Zimbábue, e pela indiana Sania Mirza por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4.

Aos 33 anos, Hingis voltará a disputar uma final após sete anos. Seus últimos títulos tanto em simples quanto nas duplas foram conquistados em 2007. Entre suas conquistas, a suíça soma 5 troféus de Grand Slam em simples e nove em duplas. As adversárias de Hingis e Lisicki na final de sábado sairão do confronto entre as norte-americanas Abigail Spears e Raquel Kops-Jones e as russas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina.