Para pilotos, Ferrari mostrou evolução desde Melbourne

Alonso, no entanto, manteve a cautela e afirmou que a equipe precisará esperar pelo treino de sábado para saber como está em comparação aos demais

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Segundo Alonso, equipe italiana está numa
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Segundo Alonso, equipe italiana está numa "curva de crescimento"

Fernando Alonso e Kimi Raikkonen apontaram boa evolução da Ferrari ao fim dos dois primeiros treinos livres do GP da Malásia, nesta sexta-feira. Para o espanhol, a equipe italiana está numa "curva de crescimento", sem apresentar problemas de confiabilidade, fator crucial para as equipes neste início de campeonato.

"Tudo correu bem, sem problemas, e conseguimos completar um bom número de voltas, o suficiente para ter uma boa compreensão dos pneus, que são fator determinante aqui em razão das altas temperaturas", afirmou o bicampeão, referindo-se ao calor e ao asfalto abrasivo do Circuito de Sepang.

Alonso, no entanto, manteve a cautela e afirmou que a equipe precisará esperar pelo treino de sábado para saber como está em comparação aos demais times. "Geralmente sexta-feira é um dia confuso porque todo mundo está testando seus programas [componentes novos]", ponderou o quinto mais rápido da segunda sessão.

Raikkonen foi mais rápido. O finlandês terminou em segundo lugar nas duas atividades do dia, atrás somente do alemão Nico Rosberg vencedor da primeira corrida do ano. "Com certeza hoje foi um dia positivo, com uma impressão melhor do que a que tive nos treinos livres do GP da Austrália. Estava mais confortável hoje" comparou.

Assim como os rivais, o piloto também admite preocupação com o rápida degradação dos pneus na Malásia. "Teremos que ser muito atenciosos com o desgaste, que é particularmente alto aqui. Agora vamos analisar os dados obtidos nos treinos para tentar melhorar para sábado", afirmou.

Leia tudo sobre: automobilismofórmula 1ferrarimelbourne