Embaixador norte-coreano pede para ONU "cuidar da própria vida"

Enviado se irritou após receber as denuncias feitas pelas Nações Unidas de que a Coreia do Norte estaria praticando crimes contra a humanidade

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Depois de ser denunciada pela Organização das Nações Unidas por crimes contra a humanidade, um enviado da Coreia do Norte declarou, nesta sexta-feira (28), que o Conselho de Direitos Humanos da ONU deveria "cuidar da própria vida".

O embaixador da Coreia do Norte na ONU, So Se Pyong, chegou a afirmar que a "cooperação nunca pode ser compatível com o confronto", ao responder sobre críticas feitas sem precedentes sobre a área de Direitos Humanos.

Durante a reunião do conselho, uma resolução para o problema foi apresentada pelo Japão e pela União Europeia, pedindo que se tome medidas para responsabilizar os países que cometerem assassinatos, sequestros e tortura, como a Coreia do Norte.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave