Rússia devolverá parte do equipamento militar ucraniano

Putin também afirmou que os militares ucranianos que decidirem se juntar ao Exército russo terão seu salário multiplicado por quatro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira (28) que algumas armas e equipamentos de unidades militares ucranianas que não declararam lealdade à Rússia devem ser devolvidos à Ucrânia, conforme a agência de notícias Interfax.

"Respeitamos a escolha daqueles funcionários militares e de outros serviços de segurança ucranianos que estão retornando para a Ucrânia", destacou Putin. Não foram informados detalhes sobre quantidades, tipos de equipamento ou prazo de devolução.

Putin também afirmou que os militares ucranianos que decidirem se juntar ao Exército russo terão seu salário multiplicado por quatro. O Kremlin planeja investir quase US$ 3 bilhões na modernização da infraestrutura militar da Crimeia, que data da era soviética, e está se mobilizando para aumentar a presença armada na península.

As forças russas assumiram o controle de instalações militares ucranianas na Crimeia este mês, depois de a Rússia anexar a região. Alguns militares ucranianos teriam se juntado às forças russas, enquanto outros se retiraram da Crimeia.

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou hoje a Putin que a retirada da Crimeia de militares da Ucrânia foi concluída, de acordo com agências de notícias russas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave