Palmeiras precisa 'se impor' para ir à final, diz Kleina

Mesmo diante de um adversário teoricamente inferior (Ituano) o técnico Gilson Kleina alertou seus jogadores e disse que eles precisarão se impor

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Uma das pistas dadas pelo treinador, é que ele treinou diferentes variações
Reprodução/Facebook
Uma das pistas dadas pelo treinador, é que ele treinou diferentes variações

O Palmeiras garantiu vaga nas semifinais do Campeonato Paulista com uma vitória relativamente tranquila diante do Bragantino, por 2 a 0, na última quinta-feira. Agora, a equipe terá pela frente mais um time do interior, o Ituano, domingo, novamente no Pacaembu. Mesmo diante de um adversário teoricamente inferior, o técnico Gilson Kleina alertou seus jogadores e disse que eles precisarão se impor para avançar à decisão. “O regulamento está bem definido em nossa cabeça. Um jogo só pode acontecer de tudo, um empate pode levar para os pênaltis. Temos de manter a nossa atitude e nos impor. São 90 minutos, mas sabemos bem o que temos de fazer. O torcedor nos apoia e dá muito mais confiança ao elenco”, declarou. Se espera dificuldade, Kleina sabe que terá na torcida uma importante aliada diante do Ituano. Na última quarta, mais de 25 mil palmeirenses foram ao Pacaembu contra o Bragantino e o número deve ser ainda maior no domingo. “Jogar no Pacaembu é especial. Compramos a ideia, é a nossa casa momentânea. A torcida vem e a gente vê a força palmeirense. Fazer todas as decisões aqui é um diferencial. Hoje (quinta) tivemos a presença do nosso torcedor, e que domingo a gente possa estar com o Pacaembu lotado porque é outro jogo decisivo”, disse o treinador. Kleina ainda fez questão de elogiar a atuação de seus comandados na vitória de quinta. “Sabíamos que seria um jogo de muita marcação. Pegamos um adversário que veio para jogar por uma bola. Tivemos paciência, teve momentos em que aceleramos. Tivemos alguns contra-ataques, estávamos forçando a bola pelo meio e até tivemos dificuldades para chegar ao gol adversário. Mas a vantagem de sair com um gol na frente e manter a marcação alta dificultou para o adversário chegar. Foi uma vitória consistente.”

Leia tudo sobre: palmeirasgilson kleina