Perguntas a Carlos Rezende

Carlos Rezende Coordenador do Laboratório de Ciências Ambientais/Uenf

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

O Laboratório de Ciências Ambientais da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) realizou pesquisas sobre a salinização do canal de Quitingute. Quem encomendou o levantamento? Fizemos as análises como uma solicitação dos agricultores que vieram ao nosso laboratório com uma água com elevada condutividade. Entendemos que nosso papel como pesquisadores de uma instituição pública é colaborar com a sociedade e, nesses casos, com os pequenos agricultores da região. Não houve nenhum gasto por parte deles.

Quais os riscos para a saúde humana? E para a plantação? A rigor, a água do canal não é usada para abastecimento humano. Agora, para os animais e para plantação, níveis elevados de sal também podem criar problemas. É possível recuperar uma terra salinizada? A salinização leva à desertificação. O método preventivo seria fazer uma drenagem para não atingir as áreas de agricultura, mas, aparentemente, isso não estava contemplado no plano de contingência da empresa. Não conheço metodologia para dessalinização de solos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave