Prumo diz que problema é pontual

A Prumo, antiga LLX, informa que a alteração do índice de salinidade do canal do Quitingute foi um evento pontual e temporário

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
undefined

A Prumo, antiga LLX, informa que a alteração do índice de salinidade do canal do Quitingute foi um evento pontual e temporário, decorrente de uma frente de obra acessória ao empreendimento e sem relação com as frentes de obra relacionadas ao mineroduto Minas-Rio.

Por meio de nota, a empresa justifica que “o evento, cuja possibilidade de ocorrência estava prevista nos respectivos estudos ambientais, foi agravado pelas restrições de vazão do canal de Quitingute, causadas por obras civis realizadas por terceiros e por pontos de assoreamento, além da condição de seca e estiagem verificada à época na região.”

A Prumo destaca ainda que faz o monitoramento do canal e encaminha os resultados ao Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (Inea). A empresa afirma que, caso seja identificada qualquer situação que possa acarretar prejuízos à comunidade do entorno do empreendimento, as devidas providências serão tomadas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave