Comandante de PMs que arrastaram Claudia é exonerado

Tenente-coronel Wagner Moretzsohn era responsável pelos policiais que protagonizaram cena no Rio de Janeiro; mulher foi baleada e arrastada por carro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O tenente-coronel Wagner Moretzsohn foi exonerado do cargo de comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar do Rio, em Rocha Miranda (zona norte), segundo divulgou o comando da PM. Policiais subordinados a Moretzsohn protagonizaram recentemente dois episódios de grande repercussão.

O primeiro foi a morte da auxiliar de serviços gerais Claudia Silva Ferreira, arrastada por um carro da PM após ser baleada no Morro da Congonha, em Madureira na zona norte, no dia 16.

O segundo caso foi um tumulto ocorrido nesta quarta-feira, 26, no morro São José Operário, na Praça Seca, zona oeste da capital fluminense, após a morte de um suspeito que teria sofrido um enfarte ao ser abordado por policiais.

Em fevereiro houve um outro caso polêmico, de um homem morto a coronhadas por policiais desse Batalhão. Segundo a PM, o comando do 9º Batalhão será assumido pelo tenente-coronel Luiz Octávio Lopes da Rocha Lima, que antes chefiava o 4º Batalhão, de São Cristóvão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave