Jovem que morreu durante Carnaval de Ouro Preto não foi espancado

Segundo a Polícia Civil, menor de 17 anos teve mal súbito que pode ter sido provocado por associação de bebidas alcoólicas e substâncias tóxicas

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros
Lincon Zarbietti / O Tempo
Resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros

O adolescente de 17 nos que morreu durante o Carnaval de Ouro Preto não foi vítima de espancamento. A informação foi divulgada pela assessoria da Polícia Civil nesta quinta-feira (27). Segundo delegado responsável pelo caso,  Ricardo Reis Neto, titular da 5ª Delegacia Regional de Ouro Preto, o jovem sofreu um mal súbito.

Ainda segundo a corporação, uma das linhas de investigações consideradas e que a morte tenha sido ocasionada por alguma doença que ainda não havia se manifestado ou pela associação de  bebidas alcoólicas e substâncias tóxicas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave