Vagões e locomotivas vão ficar

iG Minas Gerais |

A FCA vai devolver ao governo os trechos de ferrovia sem o material rodante (vagões e locomotivas) o que, na avaliação da própria ANTT, pode dificultar a implantação de novos projetos. “Pode, sim”, disse o representante da agência na audiência pública, Fernando Formiga, ao ser perguntado se a ausência dos equipamentos poderia limitar o número de interessados nas ferrovias, por aumentar o volume de investimento necessário. Ele explicou que o material rodante é alvo de arrendamento e não faz parte da concessão.

O estudioso em ferrovias, Luiz Antônio Pedrosa Pinheiro, lembra que a concessão foi feita “de porteira fechada”, incluindo infraestrutura e material rodante. “Quem vai poder investir um valor tão alto? Nem a própria Vale (que tem participação na FCA) poderia na época da concessão”, afirma ele. Caso não haja interessados na malha devolvida, a FCA poderá utilizar os dormentes para reposição de trechos danificados nas ferrovias que continuarão sob sua administração. (APP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave