Babá mata bebê porque ele chorava

Mulher foi presa após a própria filha dela revelar agressão

iG Minas Gerais |

Rio de janeiro. A babá Ingrid de Carvalho Cristino, 20, é acusada de matar o bebê Paulo Henrique Cezário dos Santos, de 7 meses. O crime ocorreu na terça-feira, no Morro de São Carlos, no Estácio, zona Norte do Rio.

Segundo o delegado assistente da 17ª DP (São Cristóvão), Othon Alves Filho, ela foi presa em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. Ingrid cuidava do bebê, da filha de três anos e de outras crianças quando o menino começou a chorar por volta das 14h30. Irritada, ela bateu no menino e depois pisou no pescoço e no peito do bebê. Com a impacto, o coração e a coluna de Paulo Henrique foram atingidos.

“Ela deu duas cotoveladas no diafragma da criança, que estava na cama e caiu. Depois ela pisou no pescoço e na barriga do bebê”, afirmou o delegado. Ele acrescentou que a babá não demonstrou arrependimento.

Quando chegou para buscar o bebê, por volta das 17h30, a mãe, Nathali Fernandes Cesário, 21, percebeu que havia algo errado, levou o filho para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), em frente ao morro. Paulo morreu no início da noite. Ingrid e a filha de 3 anos acompanharam Nathali até o hospital. Lá, a menina contou para duas mulheres que a mãe tinha ido a uma festa de noite e não estava conseguindo dormir com o choro de Paulo Henrique.

Ela disse que não estava dormindo, mas que “não aguentava o choro” do bebê. “Era um bebê puro, que nunca fez mal a ninguém. Estou com o coração na boca”, disse o pai Luiz Henrique Soares dos Santos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave