Edilson Capetinha é preso após ser procurado por quatro meses

Ex-atacante está no complexo policial dos Barris, em Salvador

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ex-jogador era procurado desde dezembro
Divulgação
Ex-jogador era procurado desde dezembro

O ex-atacante Edilson Capetinha foi preso nesta quarta-feira, em Salvador. Ele tinha um mandado de prisão expedido pela 9ª vara familiar desde dezembro de 2013, pelo não pagamento de pensão alimentícia. O ex-atacante foi preso e encaminhado para o complexo policial dos Barris, também na capital baiana.

A delegada responsável pelo caso, Neide Barreto, afirmou que Edilson estava sob investigação desde o fim do ano passado, mas que só foi encontrado nesta manhã.

"Desde dezembro, vínhamos fazendo diligências para capturar o Edilson, mas o endereço que estava no mandado não foi localizado. Tudo foi investigado. Ele estava sendo monitorado, estávamos seguindo ele e esperando o melhor momento de pegá-lo. Não sei se estava fugindo. O crime do qual ele é acusado não cabe fiança. Mas a prisão pode ser sobrestada [interrompida] por ordem judicial", afirmou Neide.

De acordo com a lei, quem não paga pensão alimentícia é comunicado pela Justiça e tem um prazo de três dias para se justificar e pagar. Quem não fizer isso, é preso e só é liberado depois de quitar toda a dívida.

Leia tudo sobre: edilson capetinhaprisaofutebolesporte