Médicos da rede municipal fazem assembleia nesta quinta-feira

A assembleia geral poderá decidir por uma greve dos médicos da Prefeitura de Belo Horizonte

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Acontece nesta quinta-feira (27), às 19h, a segunda assembleia geral dos médicos da Prefeitura de Belo Horizonte, desta vez com um indicativo de paralisação. A informação é do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed), que ainda explica que o movimento reivindicatório teve início no dia 20 de fevereiro deste ano, tendo como foco a melhoria na estrutura das unidades de saúde, mais segurança para os profissionais e a solução para o problema crônico das Unidades de Pronto Atendimento (UPA's).

Ainda conforme o Sinmed, uma pauta com as reivindicações foi enviada à PBH em fevereiro, entretanto, até o momento nenhuma proposta foi apresentada. Entre as reivindicações está o redimensionamento das áreas adscritas às Estratégias Saúde da Família (ESF) com população máxima de 2 mil pessoas por equipe, a retomada imediata das negociações setoriais e a reavaliação do plano de carreira da área da Saúde da PBH.

Além disso, foi protocolado um mandado de segurança coletivo, no último dia 10 de março, na 3ª vara da Fazenda Pública Municipal no Fórum Lafayete. O mandado pede providências para melhoria na estrutura das unidades de saúde e garantia da segurança dos médicos e demais servidores da PBH.

O protocolo ocorreu após a morte de dois funcionários, que foram baleados dentro da UPA Norte, e, também, de protestos contra a violência, como o ocorrido em fevereiro no Centro de Saúde do bairro Jaqueline, na região Norte.

A Prefeitura de Belo Horizonte foi questionada sobre as reivindicações da classe, mas ainda não respondeu.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave