Jovem bate na mulher, alega que também apanhou e pede 'João da Penha'

Casal começou a discutir após suspeito chegar em casa embriagado; agressor confessou que tentou enforcar companheira

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um homem de 28 anos foi preso após agredir a companheira, nessa terça-feira (25), em Araxá, no Triângulo Mineiro. Como justificativa para o ato, o suspeito alegou que também apanhou da vítima e ainda pediu a “Lei João da Penha”, fazendo alusão à Lei Maria da Penha, que tem como objetivo combater a violência contra a mulher.

A Polícia Militar foi acionada pela dona de casa. Na versão dela, o marido chegou em casa, na rua Antônio França, no bairro Armando Santos, com sinais de embriaguez. Como estava muito exaltado, a vítima pediu que o suspeito fosse embora do imóvel, uma vez que ele estava gastando o dinheiro da cirurgia do filho para comprar bebidas alcoólicas.

Durante a discussão, a mulher de 27 anos foi jogada no chão, ganhou um soco no rosto e um chute. Além disso, o marido ainda tentou enforcá-la. Com a chegada dos militares, o suspeito confessou o crime, mas disse que foi agredido primeiro.

O agressor foi levado para a Delegacia de Plantão de  Araxá e segue à disposição da Justiça.  

Leia tudo sobre: casalaraxáagressão