Eduardo Campos acusa PT de “terrorismo eleitoral”

iG Minas Gerais |

São Paulo. Pré-candidato do PSB à Presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, atacou, ontem, o “terrorismo eleitoral” que prega que apenas o PT garantiria a continuidade do Bolsa Família.

“Nós não podemos permitir que o terrorismo eleitoral diga que só uma força política manterá o Bolsa Família no Brasil”, afirmou Campos.

“Isso é terrorismo, é mentira. É uma tentativa de fazer o medo derrotar a esperança”, concluiu.

Campos falou sobre o assunto durante um fórum sobre perspectivas econômicas. Ele foi um dos palestrantes do evento, que contou com empresários e imprensa internacional, em São Paulo.

O presidenciável tem feito duras críticas à gestão petista e à presidente Dilma Rousseff durante agendas públicas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave