Cerveró ganhou elogio de Conselho

iG Minas Gerais |

Brasília. Pivô da crise da Petrobras, Nestor Cerveró ganhou um prêmio de consolação e recebeu elogios do Conselho de Administração da Petrobras, presidido pela então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff, no mesmo dia em que ela diz ter tomado conhecimento de cláusulas omitidas na aprovação da compra da refinaria de Pasadena, em 2006.

Em março de 2008, os conselhos de administração da Petrobras reuniram-se para promover uma troca de diretores. Primeiro, os conselheiros da petroleira decidiram exonerar Cerveró da diretoria internacional, nomeando para seu lugar Jorge Zelada.

O registro da reunião diz que o conselho “resolveu consignar em ata os agradecimentos do colegiado ao diretor (Cerveró)que ora deixa o cargo pelos relevantes serviços prestados à companhia, ressaltando sua competência técnica e o elevado grau de profissionalismo e dedicação demonstrados no exercício do cargo”.

Cautela

Tática. Líderes do “blocão” na Câmara decidiram aderir à CPI caso a oposição obtenha as 27 assinaturas no Senado. Por enquanto, o grupo vai apoiar só as convocações de autoridades.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave