Adolescente é baleado dentro de posto de saúde em Nova Lima

Funcionários e paciente que aguardavam atendimento na unidade ficaram com medo dos disparos; autor do crime queria vingar a morte do irmão

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Funcionários e pacientes de um posto de saúde do bairro Alto do Gaia em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, foram surpreendidos na tarde desta terça-feira por um homem que entrou armado na unidade e deu pelo menos quatro tiros em um adolescente de 17 anos. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima tem envolvimento com tráfico de drogas e é suspeita de matar o irmão do autor dos disparo, em dezembro do ano passado.

Ainda segundo a PM,  a vítima, junto com outro adolescente, teriam feito uma emboscada para o irmão de um homem identificado apenas como Jean. “Eles chamaram o irmão do Jean para usar drogas e em um determinado local mataram o rapaz. Desde então Jean decidiu que iria se vingar dos dois. Hoje foi mais uma tentativa de mata-lo”, contou o sargento Ivan, da 1ª Companhia da PM.

Segundo o sargento, Jean já tinha atirado contra o adolescente no último sábado (22) em uma praça do bairro Alto da Gaia. O adolescente tinha ido até o posto de saúde justamente para fazer curativo por causa do tiro.

Jean entrou dentro da unidade e, sem receio do posto estar cheio de pacientes, atirou contra o adolescente, que ficou ferido no rosto e no abdômen. “Nós não sabíamos o que estava acontecendo e ficamos com medo que ele atirasse em mais pessoas. Foi muito assustador esse crime, por sorte,  ninguém mais foi atingido”, contou uma mulher que aguardava atendimento na unidade e preferiu anonimato.

O menino foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII na região Centro-Sul da capital consciente, porém seu estado de saúde é grave, já que ele perdeu muito sangue. A polícia escoltou a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que levou o garoto até o HPS, onde a escolta se mantém. 

O adolescente já tinha sido aprendido pela polícia no ano passado por causa do tráfico de drogas. 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave