Com mandato de segurança, prefeito de Lagoa Santa é mantido no cargo

Decisão foi tomada nesta terça (25) pelo TJ-MG; Fernando Pereira Gomes Neto (PSB) foi acusado de superfaturamento em agosto de 2013

iG Minas Gerais | Fábio Corrêa |

O prefeito de Lagoa Santa, Fernando Pereira Gomes Neto (PSB), teve o mandato de segurança concedido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais e continuará no cargo até segunda ordem. A decisão foi tomada nesta terça-feira (25).

Acusado de superfaturamento na contratação de caminhões de lixo, Dr. Fernando foi deposto em 5 de agosto de 2013 por votação realizada na Câmara Municipal. Em 9 de agosto, uma liminar foi concedida pelo desembargador Belizário de Lacerda, do TJ, com a justificativa de que as provas não eram suficientes para a cassação.

Segundo a assessoria do TJ, a decisão ainda pode ser revogada pelo Supremo Tribunal de Justiça, de Brasília.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave