Brasileira lança app Asap54 que escaneia roupas e diz onde comprá-las

Ferramenta está disponível para usuários de iPads e iPhones; tecnologia permite que, com fotografia de peça de roupa gere opções de itens que podem ser adquiridos

iG Minas Gerais | Da Redação |

Fotografia de uma peça de roupa ou uma referência de estampa de objeto gera diversas opções de itens que podem ser adquiridos a apenas um clique
Asap54/Reprodução
Fotografia de uma peça de roupa ou uma referência de estampa de objeto gera diversas opções de itens que podem ser adquiridos a apenas um clique

Sabe aquela frustração de ver uma roupa linda em alguém, mas não se ser íntimo suficiente para perguntá-lo sobre o local da compra? Resolver esse problema é o que promete um novo aplicativo criado pela brasileira Daniela Cecilio; o Asap54, compatível com gadgets com sistema iOS.

A tecnologia do app faz com que uma fotografia de uma peça de roupa ou uma referência de estampa de objeto gere diversas opções de itens que podem ser adquiridos a apenas um clique. O consumidor decide o que deseja visualizar (blusas, saias, vestidos, casacos, etc.) e o sistema busca a própria peça ou peças similares . Os resultados podem ser filtrados por marcas, lojas, faixas de preço e cores.

Se ainda assim o usuário não encontrar o que deseja, pode entrar em contato com a equipe do Asap54, que conta com stylists de moda que enviarão indicações de compra personalizadas. O Asap54 também funciona como uma rede social, já que os usuários podem visualizar as referências e peças que seus amigos estão buscando. A ideia surgiu da paixão de Daniela Cecilio por moda, Desde então, passou a estudar maneiras de melhorar a experiência de compra de moda online. “O Asap54 pretende inaugurar mais do que uma nova maneira de comprar moda pela internet, mas também de pesquisar tendências e compartilhar a paixão pela moda com os amigos de uma forma fácil e intuitiva”, explica a fundadora. No Brasil, segundo dados da consultoria e-bit, as vendas de roupas, calçados e acessórios conquistaram, pela primeira vez, a liderança nas vendas pela internet. No primeiro semestre de 2013, representaram 13,7% da receita total, ultrapassando categorias como eletrodomésticos, perfumaria, informática e livros.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave