Suíça confirma Federer e Wawrinka na Copa Davis

Federação Suíça de Tênis confirmou nesta terça-feira que terá força máxima no duelo das quartas de final da Copa Davis, contra o Casaquistão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O time suíço vive grande fase nesta temporada, com o retorno de Federer ao grupo
Divulgação
O time suíço vive grande fase nesta temporada, com o retorno de Federer ao grupo

A Federação Suíça de Tênis confirmou nesta terça-feira que terá força máxima no duelo das quartas de final da Copa Davis, contra o Casaquistão, entre os dias 4 e 6 de abril. Roger Federer e Stanislas Wawrinka vão liderar a equipe, que terá ainda Marco Chiudinelli, Henri Laaksonen e o reserva Michael Lammer.

O time suíço vive grande fase nesta temporada, com o retorno de Federer ao grupo. Na estreia, venceu a Sérvia com facilidade, pelo placar de 3 a 2 - abriu 3 a 0 e colocou os tenistas menos experientes para jogar. E nem precisou jogar a partida de duplas com Federer e Wawrinka, campeões olímpicos em 2008.

Wawrinka se tornou a grande surpresa deste início de temporada ao conquistar seu primeiro título de Grand Slam, no Aberto da Austrália. Com o feito, virou o número 1 da Suíça e o terceiro colocado geral do ranking. "Eu tenho um objetivo há muitos anos: vencer a Copa Davis", avisou o tenista.

A grande fase vivida por Wawrinka se somou ao retorno de Federer à competição. Nos últimos anos, o recordista de títulos de Grand Slam se afastou da Davis para se poupar para os principais torneios individuais da temporada e também para dar maior atenção à família. Neste ano, Federer venceu o ATP 500 de Dubai e foi vice em Indian Wells e Brisbane.

"Agora Roger está de volta, então sabemos que temos um time forte. Teremos que ser cuidadosos, mas temos uma boa chance de conquistar um grande resultado neste ano. E esse é o principal objetivo", afirmou Wawrinka.

No confronto das quartas de final, a ser disputado em Genebra, os suíços terão pela frente Mikhail Kukushkin, atual número 56 do mundo, e Andrey Golubev, 70º da lista da ATP. Na primeira rodada, os casaques eliminaram a Bélgica.

Leia tudo sobre: federerteniswawrinkasuicacopa davisesporte