Em abril, mineiros poderão registrar ocorrências pela internet

No início, apenas poderão ser feitos boletins sobre acidentes de trânsito sem vítima; promessa da Polícia Civil de Minas é que até o final de 2014, outros seis tipos de ocorrências possam ser feitas online

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Começa a funcionar no dia 1º de maio a delegacia eletrônica de Minas Gerais, que permitirá o registro online de boletins de ocorrência. No dia 30 de abril, o primeiro módulo deve ficar pronto e neste início será possível registrar apenas acidentes de trânsito sem vítima. As datas foram divulgadas pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira (25), durante a audiência da Comissão de Segurança Pública que pretende discutir a implantação do sistema. 

Os outros módulos - extravio e perda de documentos, dano, desaparecimento de pessoas, crimes contra a honra e ameaças - serão implantados até o fim de 2014, segundo a delegada Yucari Myata, que representa a Polícia Civil de Minas Gerais.

A primeira experiência com este tipo de serviço no Brasil começou em São Paulo, há 14 anos. Nos últimos dez anos, segundo a coordenadora da delegacia eletrônica do sistema paulista, Adriana Sampaio, foram economizados R$ 80 milhões em pessoal e material.

No caso paulista, são feitas uma média de 6.000 ocorrências por dia e em sua maioria sobre extravio de documentos, furto de documentos e acidentes de trânsito sem vítima. Uma triagem é feita para que os casos mais graves sejam atendidos com mais rapidez. Além disso, todas as pessoas que registram ocorrências recebem uma ligação para que a polícia colha mais dados para ajudar na investigação, cerca de uma hora depois da solicitação. Atualmente, 120 policiais atuam na delegacia eletrônica em São Paulo. Mais 60 devem ser contratados.