Cemig adia pedido de reajuste da conta de luz

Motivo é indefinição de regras do setor elétrico, que governo promete divulgar no dia 31 deste mês

iG Minas Gerais | ANA PAULA PEDROSA |

A Cemig ainda não enviou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) seu pedido de reajuste das contas de luz. O reajuste acontece todo ano no dia 8 de abril mas, neste ano, com a indefinição das regras do setor elétrico para repasse do custo com as usinas térmicas, a data pode ser adiada.

“Há um precedente”, diz o diretor de relações com investidores, Luiz Fernando Rolla, referindo-se à Ampla, concessionária que atua em parte do Rio de Janeiro, cujo reajuste foi adiado de fevereiro para abril para esperar as novas regras.

Segundo ele, um eventual adiamento do reajuste “complica muito" a situação da empresa, que nesta segunda-feira (24) anunciou que obteve lucro líquido de R$ 3,1 bilhão em 2013. A cifra é 27% menor do que a de 2012.

Em fevereiro, a Aneel estimou que somente para cobrir gastos de R$ 5,6 bilhões com a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), a alta das contas ficaria em 4,5%, sem contar as particularidades de cada distribuidora.

A agência reguladora promete divulgar as novas regras no dia 31 deste mês, inclusive informando se haverá subsídios para reduzir o percentual de reajuste. Sobre a possibilidade de racionamento, Rolla disse que o governo tem garantido aos operadores que a medida não será necessária.

Leia tudo sobre: cemigconta de luz