Oi Futuro passará a integrar o Circuito da Praça da Liberdade

Atrações do instituto vão ocupar os palacetes Dantas e Solar Narbona, ambos do início do século XX

iG Minas Gerais | Lygia Calil |


Palacete Dantas, nova sede do Oi Futuro, faz 100 anos em 2015
ANGELO PETTINATI / O TEMPO
Palacete Dantas, nova sede do Oi Futuro, faz 100 anos em 2015

O centro cultural que ocupa hoje o prédio do Oi Futuro na avenida Afonso Pena, incluindo o teatro, as galerias e o Museu das Telecomunicações, deixará as instalações no bairro das Mangabeiras, Centro-Sul de Belo Horizonte, e passará a integrar o Circuito Cultural da Praça da Liberdade, no centro da capital. Segundo um protocolo de intenções assinado ontem pelo governador Antonio Anastasia e o presidente do Oi Futuro, José Augusto Figueira, a mudança deve acontecer em setembro. Até lá, a programação do centro será mantida.

“Ainda estamos tentando ampliar esse prazo, mas por enquanto, setembro é a data final”, disse Figueira. “Claro que lamentamos a mudança, porém não temos muito o que fazer, já que se tratou de uma desapropriação para o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Mas conseguimos um ótimo espaço para nossos planos de ampliação, integrado ao principal corredor cultural da cidade”, afirmou.

O novo prédio do Oi Futuro vai ocupar o Palacete Dantas (que completa 100 anos em 2015), e a construção anexa a ele, o Solar Narbona, também do início do século XX. O local já abrigou a antiga sede da Secretaria de Estado de Cultura e é vizinho ao Palácio da Liberdade. Além de manter todas as atuais atrações, a nova sede do Oi Futuro vai contar com novos equipamentos, como um jardim sensorial com cantos de pássaros em extinção.

No período entre a desocupação da sede atual e a conclusão das obras no novo centro, Belo Horizonte poderá perder um importante espaço cultural, o teatro Oi Futuro Klauss Vianna.

No local onde será instalado o novo teatro, hoje funciona um estacionamento e os projetos arquitetônicos ainda não estão prontos. “Não podemos garantir que em setembro, na desativação do antigo espaço, o novo já esteja pronto. Vamos começar essa construção do zero, então não podemos confirmar uma data”, afirmou o executivo.

A assessoria do TJMG afirmou em nota que o teatro Klauss Vianna passará a ser usado para eventos internos da instituição, não mais como espaço aberto à comunidade artística.

Prazo

No acordo assinado ontem, o Estado concede ao Oi Futuro a restauração e a ocupação dos palacetes do Circuito Cultural da Praça da Liberdade por 30 anos, prazo que pode ser prorrogado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave