Sada Cruzeiro projeta grandes dificuldades para o Mundial Interclubes

Técnico Marcelo Mendez teceu muitos elogios aos russos do Belogorie, que sagrou-se campeão europeu neste domingo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Gustavo Andrade/O Tempo
undefined

Mesmo com o Mundial Interclubes sem a definição da grande maioria das equipes participantes, a promessa é de um torneio ainda mais forte do que o do ano passado, quando o Sada Cruzeiro terminou com um título inédito para o vôlei brasileiro. Até aqui, estão garantidos na competição o time celeste, anfitrião pelo segundo ano consecutivo, o UPCN-ARG, atual vice-campeão sul-americano, além do Belogorie Belgorod, que sagrou-se campeão europeu no último domingo.

"Será um campeonato mais complicado do que foi o do ano passado. Teremos muito trabalho pela frente e será preciso jogar muito bem para manter o título de campeão mundial", afirma o oposto Wallace, um dos dois jogadores do time que estiveram presentes na coletiva que anunciou a vinda do torneio para Belo Horizonte.

O Mundial acontecerá entre os dias 5 e 10 de maio no Mineirinho.

Além do trio que já está garantido, dois times - provavelmente um europeu e um do extremo Oriente - serão convidados pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB), somados aos campeões da África, Ásia e América Central e Caribe.

De toda forma, a grande força do torneio deve mesmo ser o time russo, que desbancou, na decisão da Champions League, o Halkbank Ankara-TUR por 3 a 1, na casa do adversário.

"Eles têm uma verdadeira seleção. É um time forte, de grande poderio e muito alto. Eles possuem um ponta da seleção russa (Tetyukhin), além do oposto alemão Grozer, uma das referências. O levantador Travica é da seleção da Itália e é outro destaque. É um time excepcional, para falar a verdade. Os convidados, que ainda serão definidos, também devem incomodar bastante. Vai ser um torneio do mais alto nível", garante o técnico cruzeirense Marcelo Mendez. O time russo ainda conta com o central Muserskiy, carrasco do Brasil na final olímpica de Londres, em 2012. 

Os oito times do Mundial serão divididos em dois grupos de quatro times. Os dois melhores passam para as semifinais em cruzamento olímpico.