Sada Cruzeiro confirma Mineirinho como palco do Mundial de Clubes

Campeão do torneio em 2013, time celeste anunciou a realização do evento pelo segundo ano consecutivo em coletiva nesta segunda-feira

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI e GABRIELA PEDROSO |

ALISON GONTIJO / O TEMPO
undefined

O Sada Cruzeiro reuniu a imprensa, no início da tarde desta segunda-feira, na sede do Barro Preto, para confirmar que, pelo segundo ano consecutivo, será o anfitrião do Mundial de Clubes de vôlei. A atual edição do torneio esportivo será realizada de 5 a 10 de maio, em Belo Horizonte, no ginásio do Mineirinho. Depois de sediar a competição em 2013 e conquistar o título até então inédito para o vôlei brasileiro, a equipe celeste agora busca o bicampeonato. Em 2012, o Sada Cruzeiro também participou do Mundial, mas acabou derrotado na final pelo Trentino-ITA. A grande novidade desta edição é a escolha do ginásio do Mineirinho como sede dos jogos. No ano passado, as partidas aconteceram no ginásio poliesportivo Divino Braga, em Betim. Para sediar a disputa, o ginásio da capital, porém, precisará passar por algumas modificações, necessárias para atender às exigências da competição de tão grande porte. "O novo local para o Campeonato Mundial de Clubes, em Belo Horizonte, representa uma fase excepcional da competição, na qual os clubes masculinos vão competir e dar o seu máximo em busca do título. O ginásio do Mineirinho é um local extraordinário, histórico para o voleibol, com uma atmosfera brilhante e que já abrigou várias competições da FIVB, como a Liga Mundial. A competição organizada pelo Sada Cruzeiro em 2013 implantou um novo padrão, por isso a nossa expectativa é de um excepcional torneio agora em 2014”, disse o presidente do Conselho de Eventos Esportivos da FIVB, Aleksandar Boricic. Assim como em 2013, o Mundial deste ano terá em quadra oito clubes, representando as várias partes do globo. Além do organizador e atual campeão Sada Cruzeiro, que também venceu o Sul-Americano 2014, já estão confirmados para o torneio o argentino UPCN, vice-campeão sul-americano, e o russo Belogorie Belgorod, que conquistou o campeonato europeu nesse domingo. As outras cinco vagas restantes serão dos campeões da África e da Ásia, de um representante da Norceca e outros dois clubes convidados. Até o início de abril, todos os participantes deverão estar definidos. Para realizar a competição pela segunda vez seguida, o clube de Belo Horizonte contará com o apoio do governo do Estado. Ao contrário de 2013, quando o clube mineiro teve pouco tempo para organizar todo o evento - e, mesmo assim, a produção foi bastante elogiada por representantes da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) -, neste ano, o período de preparação do torneio será maior, contribuindo para uma satisfação ainda mais completa por parte de clubes, torcida e demais envolvidos. 

Leia tudo sobre: mineirinhoginasiosada cruzeirosedeanfitriaomundial de clubesvolei