Caixa desmente construtora Tenda

iG Minas Gerais |

A cobrança de seguro dos compradores instituída pela Tenda, iniciada em R$ 226,53 e reajustada para R$ 400 (legal, segundo a assessoria da empreiteira), é desmentida pela Caixa, que frisou, em nota: “A Caixa esclarece que não cobra taxa de seguro de obra das pessoas físicas. O valor pago mensalmente pelo adquirente refere-se aos juros e correção do saldo devedor do contrato individual e está previsto em contrato”.

A Caixa informou ainda que a entrega das 192 unidades do empreendimento São Domingos Life – enquadrado na faixa 2 do programa Minha Casa Minha Vida, para quem comprova renda de até R$ 5.000 – depende da emissão do “habite-se” pela Prefeitura de Contagem, o que deve ocorrer até o final deste mês.

Quanto aos valores repassados à construtora, a entidade informou que já repassou 95% do total dos recursos previstos em contrato, não existindo atraso de qualquer natureza nos pagamentos.

A Caixa esclarece ainda que a liberação do valor residual depende da apresentação, por parte da construtora, de documentação de aspectos técnicos e legais, incluindo o documento do “habite-se”. (JR)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave