Para Obina, gol no início desestruturou esquema americano

Com apenas um minuto e meio de jogo, Otamendi, em posição duvidosa, abriu o placar para o Atlético; Coelho foi goleado por 4 a 1

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Após o clássico, Marcus Salum, integrante do Conselho de Administração do América, reclamou do bandeirinha Celso Luiz da Silva, que não teria marcado impedimento no lance do primeiro gol do Atlético. Mais ponderado, o atacante Obina destacou que a abertura do placar com apenas um minuto de jogo desestruturou o time.

“Deixamos para começar a jogar no fim e sabemos que precisamos melhorar. Agora é trabalhar para tentar virar essa partida no jogo da volta”, afirmou o jogador.

Atlético e América vão ter desfalques importantes para o segundo jogo da semifinal, marcado para o próximo sábado, novamente na Arena Independência. No Galo, o técnico Moacir Júnior perdeu o lateral-direito Marcos Rocha e o meia Leandro Slva. No Coelho, a ausência será o meia Willians.