Atlético vence América com facilidade e encaminha vaga na final

Gols alvinegros foram marcados pelo zagueiro Otamendi e pelos atacantes Jô, Guilherme e Neto Berola; meia Tchô descontou para o Coelho

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Esportes - Belo Horizonte, Mg. Atletico-Mg X America. Classico entre Atletico e America, valido pela semi-final do Campeonato Mineiro, no estadio do Independencia, no Horto.  Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 23.3.14
LEO FONTES / O TEMPO
Esportes - Belo Horizonte, Mg. Atletico-Mg X America. Classico entre Atletico e America, valido pela semi-final do Campeonato Mineiro, no estadio do Independencia, no Horto. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 23.3.14

No primeiro clássico da semifinal do Campeonato Mineiro, o Atlético não tomou conhecimento do América e com uma goleada por 4 a 1 na tarde deste domingo, na Arena Independência, praticamente garantiu sua vaga na decisão da competição estadual. Os gols alvinegros foram marcados pelo zagueiro Otamendi e pelos atacantes Jô, Guilherme e Neto Berola. O meia Tchô descontou para o Coelho. A partida de volta acontece no próximo domingo e para se classificar a equipe alviverde terá difícil missão de vencer por 4 a 0.

O jogo

O Atlético começou o clássico contra o América com três modificações na equipe titular, sendo uma de última hora. Depois de perder o volante Pierre e o atacante Fernandinho, contundidos, antes do início do jogo de ontem foi a vez do meia Ronaldinho Gaúcho ser vetado por causa de um cansaço muscular. Para recompor a equipe, o técnico Paulo Autuori escalou o volante Leandro Donizete e os atacantes Neto Berola e Guilherme.

As ausências só aumentaram a pressão sobre a equipe atleticana, que mesmo invicta há sete jogos, não vinha fazendo apresentações convincentes. O Coelho por sua vez teve a volta do lateral-esquerdo Gilson e a confirmação do atacante Obina, que chegou a ser dúvida durante a semana por causa de uma leve edema na coxa direita.

O Atlético abriu o placar com um minuto com o argentino Otamendi, em posição duvidosa, após cobrança de falta de Tardelli. Mal em campo, o Coelho arriscava em finalizações de fora da área, mas quase não levava perigo ao gol adversário. O Galo dominava o meio-campo e chegava em velocidade pelas laterais e ampliou a vantagem aos 34 min com Jô escorando cruzamento de Neto Berola. Principal nome do Coelho no jogo ao fazer três grandes defesas, Matheus cometeu pênalti em Neto Berola. Aos 40 min, Guilherme cobrou e ampliou a vantagem atleticana.

O Atlético voltou para a etapa complementar com o volante Claudinei no lugar de Josué, que sentiu uma contusão na virilha. Para tentar melhorar o toque de bola no meio-campo do América, o técnico Moacir Júnior tirou o volante Diego para a entrada do meia Elvis. Mas foi o Galo, aos 2 min, que acabou ampliando a vantagem. Dátolo cruzou da esquerda e Neto Berola fez de cabeça. Com toques envolventes, o alvinegro poderia ter conseguido uma vantagem maior já que colocou uma bola na trave com Guilherme e teve um gol anulado de Jô. De tanto pressionar nos minutos finais, o Coelho ainda diminuiu aos 40 min com um gol de cabeça de Tchô após cruzamento de Gilson.

Leia tudo sobre: futebol nacionalatléticogalocampeonato mineiroaméricacoelhosemifinal