Em triste adeus, Corinthians joga e 'fecha para balanço'

Ao menos neste domingo é o primeiro jogo que Mano Menezes tem para testar o time que inicia, dia 20 de abril, a disputa do Campeonato Brasileiro

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Corinthians é o único dos grandes que ficou fora das quartas de final do Campeonato Paulista e só cumpre tabela no Pacaembu em jogo contra o Atlético Sorocaba, virtual rebaixado. Ao menos neste domingo é o primeiro jogo que Mano Menezes tem para testar o time que inicia, dia 20 de abril, a disputa do Campeonato Brasileiro - a estreia será contra o Atlético Mineiro, fora de casa.

Mano lamentou a ausência nas fases finais, apontou os erros que sua equipe cometeu - e tentou dissociar a eliminação da derrota do São Paulo domingo passado. “Aqui ninguém transfere responsabilidade, ninguém se faz de vítima”, disse.

Fim da polêmica, veio a classificação antecipada na Copa do Brasil que amenizou a crise, sem, contudo, frear a reformulação. A ideia, depois do jogo contra o Sorocaba, é realizar jogos-treino e pelo menos um amistoso antes da estreia contra Atlético Mineiro.

Há um lado bom e um lado ruim nesse período de recesso. A vantagem é o tempo que Mano terá para entrosar os meias Jadson e Renato Augusto - o time de deste domingo será o titular à disposição. “O Jadson é inteligente, com ele em campo a responsabilidade de criar jogadas fica dividida”, disse Renato Augusto.

O aspecto negativo é que a diretoria está com dificuldade para reforçar o time. Mano sonhou com a contratação de Elias, mas vai ter de se contentar com nomes mais modestos. Apesar da boa fase de Romarinho e Luciano, artilheiros da equipe no ano, a busca é frenética por um atacante.

Quem lamentou o período sem jogos, claro, foi o atacante Luciano que vive um bom momento: ele marcou seis gols em seis jogos e se transformou na melhor opção ofensiva da equipe. "Ficar três semanas sem jogar é ruim, mas acho que não sou o único a perder com isso, a equipe toda perde", afirmou.

Mano mexeu apenas em duas peças no time. E por motivos de suspensão. Cleber, expulso contra o Penapolense, dá lugar a Felipe. E Bruno Henrique fica com a vaga de Guilherme, suspenso pelo terceiro amarelo.