Amigos e familiares protestam pela morte de caixa de supermercado

Ato para cobrar justiça será na Praça da Matriz, no centro da cidade, às 15h

iG Minas Gerais | LUCAS SIMÕES |

undefined

Familiares e amigos da adolescente Gabriela Oliveira, de 16 anos, morta durante um assalto ao supermercado que trabalhava há três meses, em Itaúna, na região metropolitana de Belo Horizonte, vão organizar um protesto na tarde de hoje (23) para homenagear a jovem e cobrar justiça.

A iniciativa do protesto é do grupo Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC), do qual a adolescente participava semanalmente. Os amigos da jovem vão comparecer de camisetas brancas para simbolizar a paz e também vão distribuir balões brancos durante uma passeata marcada para sair da Praça da Matriz, no centro da cidade, às 15h.

A adolescente foi morta enquanto trabalhava como caixa de um supermercado no centro da cidade. Durante um assalto registrado pelas câmeras de segurança do local, dois homens usando capacetes de moto pretos abordam a menor, que não reage ao assalto e começar a passar dinheiro aos suspeitos.

A ação dura cerca de 35 segundos, tempo para os criminosos recolherem uma quantia em dinheiro e acertaram um disparo que atravessou o corpo da adolescente. Em seguida, os suspeitos fogem A jovem chegou a ser socorrida para o Hospital Casa de Caridade Manoel Gonçalves, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo o delegado Wesley Amaral de Castro, que investiga o caso, é possível que o disparou que matou a menor tenha sido feito acidentalmente.

Equipes da Polícia Civil ainda fazem buscas em Itaúna e cidades vizinhas para tentar encontrar suspeitos, que podem ter cometido outros assaltos na região antes do crime que acabou na morte de Gabriela. Apesar de a polícia ter informações de algumas características dos suspeitos, ninguém foi preso até o momento.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave