Duelo de momentos opostos

Coelho estava com grande risco de ser rebaixado, mas deu a volta por cima; Galo joga com vantagem

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON THIAGO PRATA |

Moacir confia na dupla Obina/Tchô para a semifinal do Mineiro
Uarlen Valério
Moacir confia na dupla Obina/Tchô para a semifinal do Mineiro

De um lado, um time que iniciou mal a temporada, mas que vem, aos poucos, evoluindo e ganhando a confiança de seu torcedor. Do outro, uma equipe que ainda não fez valer a força de seu elenco recheado de estrelas e que tenta reencontrar o bom futebol. Em momentos distintos, América e Atlético abrem hoje, às 16h, no Independência, as semifinais do Campeonato Mineiro.

O último confronto envolvendo os rivais, no dia 23 de fevereiro, foi o divisor de águas para os clubes, no que diz respeito à questão do desempenho dentro de campo. Após a derrota no clássico, o Coelho teve uma melhora considerável de rendimento, o que foi fundamental para obter uma sequência de cinco jogos sem derrota – quatro vitórias e um empate. De ameaçado ao rebaixamento, o alviverde conquistou uma vaga na semifinal.

Por sua vez, o Atlético, mesmo invicto nesse período – cinco triunfos e dois empates –, não convenceu quando atuou com a equipe titular. Das sete partidas disputadas depois do último clássico, entre Mineiro e Libertadores, em quatro oportunidades o time principal foi acionado e esteve abaixo da crítica. Nas duas vitórias e dois empates, sofreu vaias da Massa alvinegra.

Mesmo assim, o Galo possui a vantagem de jogar por dois empates ou vitória e derrota pelo mesmo saldo de gols para ser finalista do Estadual. Por outro lado, o América se diz preparado para superar esse obstáculo.

“Respeitamos muito nosso adversário pelo elenco que possui. Mas nós conseguimos uma arrancada muito boa na reta final de classificação do Campeonato Mineiro e vamos com tudo para inverter essa desvantagem e garantir a vaga na decisão”, afirmou o técnico do América, Moacir Júnior.

Ciente de que o rival está em alta e que o Atlético ainda deve atuações convincentes, o atacante Diego Tardelli esbanja otimismo para dar a volta por cima. “Temos de fazer um jogo bom para ganhar confiança de novo. Não adianta achar um culpado nesse momento. A coisa não desandou, estamos no trilho certo”, afirmou o autor de dois gols para o alvinegro no último clássico.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave