“Eu a ensinei a fazer uma escova, a enrolar uns bobs na franja e pronto”

Celso Kamura cabeleireiro de Dilma Rousseff

iG Minas Gerais |

O homem que mudou o visual da presidente Dilma Rousseff revela como dobrou a petista para deixar os cabelos mais claros e diz que aceitaria cortar as madeixas de Aécio Neves.
christian parnete
O homem que mudou o visual da presidente Dilma Rousseff revela como dobrou a petista para deixar os cabelos mais claros e diz que aceitaria cortar as madeixas de Aécio Neves.

As mudanças no visual da presidente foram definidas como? O João Santana (marqueteiro de Dilma em 2010) me solicitou uma mudança que expressasse seriedade e feminilidade. Expliquei à Dilma que queria fazer um corte curto, prático, inspirado na estilista Carolina Herrera, e ela adorou. Os cabelos eram para ser mais claros desde então, mas Dilma não gostava, então deixamos para fazer mechas aos poucos. Agora é que vocês estão percebendo. Eu a ensinei a fazer uma escova rápida, enrolar uns bobs na franja e pronto!

Se dependesse de você, Dilma ficaria com os cabelos brancos, naturais? É verdade, gosto dos cabelos grisalhos naturalmente. Tenho muitas clientes que mantêm esse look. Mas Dilma já me disse que, como presidente, isso nunca vai acontecer. Quem sabe quando tiver uma outra profissão?

Você ensinou à Dilma o truque dos cílios postiços, para despistar uma falha que a presidente tem no canto esquerdo dos cílios? Sim, ensinei, até porque não posso estar presente em todos os compromissos dela. Ela é bem independente, pega minhas dicas facilmente. Sabia que foi ela quem se maquiou para a capa da revista “Forbes”? Fiquei passado, achei que ela estava ótima!

Você já deu um “puxão de orelha” na presidente sobre a pele oleosa... Puxei a orelha, sim (risos). Ela esquece, então fico lembrando toda hora que ela precisa retocar o pó.Ensinei a ela que precisa usar produtos próprios para esse tipo de pele. Indiquei a ela uns ótimos, que têm durabilidade maior, porque ela, como é muito prática, não gosta de ficar na frente do espelho por muito tempo.

A assessoria ao visual da presidente será mais constante agora? Eu a acompanhei bastante na primeira campanha, ainda não sei como será desta vez. Normalmente, não viajo, nunca viajei. Só uma vez, quando estava em Nova York para atender Luciano Huck e Angélica e a presidente também estava lá para um pronunciamento na ONU, é que consegui atendê-la, mas foi coincidência. Atendo a presidente em Brasília uma vez por mês para manter o corte e a cor do cabelo.

Como se comportam suas clientes sobre a presidente? Elas gostam de saber que cuido do visual dela, me perguntam se ela é mesmo brava, se já me deu bronca (risos), eu dou risada. Eu acho a presidente extremamente focada, séria e comprometida em fazer um bom trabalho. Comigo ela é tranquila, talvez porque falo de assuntos que não são tão importantes e não têm nada a ver com política. Ela se distrai comigo.

Se fosse procurado pelo Aécio Neves, você aceitaria dar uma melhorada no visual dele? Se fosse chamado, sim, aceitaria. É um trabalho como outros de caracterização e transformação que já fiz.

“Sabia que foi ela quem se maquiou para a capa da revista ‘Forbes’?”

“Ela não gosta de ficar na frente do espelho por muito tempo.”

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave