Moradores criticam crimes em outdoor

Em painel, comerciantes cansados da série de assaltos na região Central, pedem mais segurança

iG Minas Gerais | DAYSE RESENDE |

O outdoor ilustrado com a foto de um homem armado questiona as autoridades
Nelson Batista / O Tempo
O outdoor ilustrado com a foto de um homem armado questiona as autoridades

Um outdoor inusitado tem chamado a atenção daqueles que passam pela praça do bairro Brasileia, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. É que comerciantes, cansados de serem alvos de constantes assaltos, fizeram uma “vaquinha” para conseguir a quantia necessária para colocar o painel na praça e cobrar segurança das autoridades competentes.

O protesto foi organizado após o professor de inglês Carlos Eduardo Lacerda, de 33 anos, testemunhar a frustração do vizinho e comerciante Elienício Carlos Viriato, de 43 anos, em tentar acionar a polícia para investigar um arrombamento que resultou em um prejuízo de mais de R$ 16 mil para a loja do qual é proprietário.

No último dia 25, durante uma manifestação no centro de Betim também contra a violência, Viriato contou à reportagem que desde 2009 ele já teve a sua loja assaltada por duas vezes. “O meu sentimento é de raiva. Não dá para trabalhar tranquilo. Agora, para recuperar esse prejuízo, só depois de seis meses de muito trabalho”, disse.

Já Lacerda explicou que, ao sair pelo bairro pedindo contribuições de outros comerciantes, chegou à conclusão que quase todos colegas já haviam sido assaltados neste ano. Ainda segundo ele, a iniciativa teve a adesão de mais 12 moradores do Brasileia, que tiveram de gastar cerca de R$ 32 cada.

O outdoor ilustrado com a foto de um homem encapuzado empunhando uma arma, questiona a negligência dos governantes. “Não importa o partido (...) Onde vocês ENFIAM o dinheiro dos impostos?”.

Resposta

A PM disse que está à disposição para ouvir os líderes do bairro e discutir soluções. A corporação ressaltou ainda que o problema da criminalidade não está restrito apenas a Betim.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave