Com atraso de meia hora, show do Guns N' Roses conquista o público no

Apresentação da banda de Axl Rose contou com sucessos e covers de clássicos do rock; fãs se dizem satisfeitos com mais um show do grupo em BH

iG Minas Gerais | GUILHERME ÁVILA |

Cobertura do Festival de Musica Planeta Brasil na esplanada do Mineirao
Na foto: Show do Guns n Roses no palco Rock atracao principal do festival ( formacao atual: vocal Axl Rose ,  teclado Dizzy Reed , guitarra DJ , guitarra Ashba , Tommy Stinson baixo , Bumble Foot guitarra , Richard Fortus )

FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 22.03.2014
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Cobertura do Festival de Musica Planeta Brasil na esplanada do Mineirao Na foto: Show do Guns n Roses no palco Rock atracao principal do festival ( formacao atual: vocal Axl Rose , teclado Dizzy Reed , guitarra DJ , guitarra Ashba , Tommy Stinson baixo , Bumble Foot guitarra , Richard Fortus ) FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 22.03.2014

Quebrando a famosa tradição de uma longa espera para entrada no palco, Axl Rose e sua banda não demoram mais de 30 minutos para começar sua apresentação ao som de "Chinese Democracy", às 20h55 da noite deste sábado (22), na quinta edição do festival Planeta Brasil – o horário anunciado era 20h20. Bem ensaiada, a morna introdução do grupo só conseguiu animar as mais de 20 mil pessoas que encheram a esplanada do Mineirão na sequência com os famosos riffs de "Welcome to the Jungle". Do alto de seus 52 anos de idade, o vocalista e único integrante remanescente da formação original deixa claro com sua performance esforçada o quão difícil é sustentar sua própria animação de 20 anos atrás.

Abusando do mesmo figurino de gosto duvidoso (calça jeans rasgada, camiseta branca, casaco de couro azul, chapéu e óculos escuros) que usou no show de estreia da turnê brasileira no Rio de Janeiro, Axl se aproveita dos grandes talentos individuais dos três guitarristas da atual formação do Guns N’Roses para descansar e trocar de figurino, mas sempre mantendo a mesma linha. Ao longo do repertório, Ron 'Bumblefoot' Thal, DJ Ashba e Richard Fortus trabalham duro para cumprir suas tarefas de acompanhantes em solos emblemáticos, cada um com direito ao seu momento de brilho tentando emular o virtuosismo de Slash. O repertório é um passeio pela história do grupo: "It's So Easy", "Mr. Brownstone", "Live and Let Die" (do Wings de Paul McCartney), "You Could Be Mine", "Sweet Child O' Mine", "November Rain", "Don't Cry" e a regravação do grupo para canção de Bob Dylan, “Knocking On Heaven's Door”.

O tecladista Dizzy Reed, membro mais antigo da nova banda de Axl, também se arrisca em solos de piano entre uma música e outra. Mas o maior destaque é a pirotecnia típica dos shows internacionais. 

Depois de passar por Belo Horizonte, a banda de Axl se apresenta na próxima terça (25) em Brasília e segue turnê para São Paulo (28), Curitiba (30), Florianópolis (1º de abril), Porto Alegre (3), Recife (15) e Fortaleza (17). A visita à América Latina inclui ainda shows na Argentina (6) e no Paraguai (9).

EXIGÊNCIAS

Babel culinária

A lista de exigências da banda para os shows no Brasil inclui um extenso cardápio com comidas típicas brasileiras e pratos asiáticos, tailandeses, indianos, mexicanos e italianos. Para acompanhar, apenas água e refrigerante de uma marca que só é vendida nos EUA. Além disso, a atual formação do Guns exige um espaço privado com um quiropata, um massagista e nada menos que 108 toalhas pretas.

SETLIST

Veja o setlist do show:

"Welcome to the Jungle" "It's So Easy" "Mr. Brownstone" "Estranged' "Better" "The Blacklight Jesus of Transylvania" "Live and Let Die" (Wings) "This I Love" "Motivation" "Catcher in the Rye" "You Could Be Mine" "Sweet Child O' Mine" "November Rain" "Objectify" "Don't Cry" "Knockin' on Heaven's Door" (Bob Dylan) "Nightrain"

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave