Ato por anexação à Rússia reúne 5.000 na Ucrânia

Manifestantes pediram referendo pela independência da região

iG Minas Gerais |

Pró-Rússia. Manifestantes da cidade de Donetsk defendem que a região volte a fazer parte da Rússia
Sergei Grits
Pró-Rússia. Manifestantes da cidade de Donetsk defendem que a região volte a fazer parte da Rússia

KIEV, UCRÂNIA. Mais de 5.000 residentes pró-Rússia de Donetsk, uma grande cidade no leste da Ucrânia, fizeram uma manifestação ontem pela realização de um referendo sobre a secessão da área e posterior anexação pela Rússia. O protesto ocorreu menos de uma semana depois de a península da Crimeia decidir em referendo abandonar a Ucrânia e voltar a integrar o território russo. A votação na Crimeia foi considerada ilegítima por países do Ocidente.

Nesta sexta-feira, dias após o referendo, Moscou formalizou a anexação da Crimeia. Com a Crimeia agora efetivamente sob controle de forças russas, crescem temores de que habitantes de territórios na região leste da Ucrânia também busquem a secessão.

Força militar. A Rússia deslocou grandes contingentes militares para áreas próximas à fronteira com o leste ucraniano. O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou na última semana não ter intenção de invadir a região, mas a perspectiva de violência entre grupos favoráveis e contrários à secessão no leste da Ucrânia pode ser usada como pretexto para a entrada de tropas russas. Dessa forma, manifestações como a ocorrida ontem em Donetsk poderiam justificar uma segunda invasão à Ucrânia por parte da Rússia.

O leste é o centro das indústrias de mineração da Ucrânia e base de apoio de Viktor Yanukovich, o ex-presidente ucraniano que fugiu para a Rússia no mês passado após ser deposto em meio a manifestações iniciadas várias semanas antes em Kiev, capital do país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave