Cruzeiro prega respeito, mas promete ir com tudo para cima do Boa

Treinador da Raposa afirma que time terá mesma postura que o levou a ser o primeiro na fase de classificação

iG Minas Gerais | GABRIELA PEDROSO e BRUNO TRINDADE |

Se o campeonato é local ou continental, não importa. Para jogadores e comissão técnica do Cruzeiro, todo título tem seu valor. E é com essa filosofia, que a equipe celeste promete entrar em campo neste domingo, às 18h30, em Varginha, no duelo com o Boa Esporte. O jogo, primeiro das semifinais do Campeonato Mineiro, vale uma vaga na grande decisão, e o técnico da Raposa, Marcelo Oliveira, antecipa que a postura em campo será a mesma que levou o time a ser o primeiro na fase de classificação. "O Boa é um time que tem boa velocidade, bem armado, defende bem, tem movimentação, meias e atacantes interessantes... Mas no Cruzeiro temos um bom elenco, qualquer um que for usado deve ir bem, sempre impondo a condição que nos levou à liderança no Mineiro", destacou o treinador, para completar em seguida: "A intenção é essa, o objetivo é esse, temos quatro partidas e, se não levarmos gol, seremos campeões. O pensamento é o mesmo na Libertadores". O zagueiro Bruno Rodrigo reforçou o coro e afirmou que a Raposa sempre entra para ganhar, independentemente de qual seja o adversário ou a competição. "São campeonatos distintos. Acho que, independentemente da competição, o Cruzeiro sempre entra para vencer. Será um jogo difícil, importante, uma semifinal. Acho que a gente tem que entrar para buscar a vitória", destacou. Primeiro lugar na fase de classificação do Mineiro, o Cruzeiro tem a vantagem de jogar por dois empates ou uma vitória e uma derrota pelo mesmo placar tanto nas semifinais quanto em uma eventual final.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposaboa esportesemifinaiscampeonato mineiro