Arsenal leva de seis do Chelsea no jogo 1000 de Wenger

Esse foi o 11º duelo de Wenger com Mourinho e, mais uma vez, o português mostrou o seu amplo favoritismo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O milésimo jogo de Arsène Wenger no comando do Arsenal ficará para sempre guardado como uma dolorosa goleada para os torcedores do seu clube. Neste sábado, em partida que abriu a 31ª rodada do Campeonato Inglês, o Arsenal não ofereceu qualquer resistência e foi massacrado por 6 a 0 pelo Chelsea, no Stamford Bridge.

A derrota deste sábado diminui as chances do Arsenal faturar o título do Campeonato Inglês, pois o time permanece com 62 pontos na terceira colocação e ainda sob risco de ser ultrapassado pelo Manchester City neste sábado. Já o Chelsea permanece firme na liderança, agora com 69 pontos.

O resultado em um jogo que deveria ser festivo para Wenger também confirma o seu péssimo retrospecto diante do técnico José Mourinho, seu desafeto. Este foi o 11º jogo entre os dois treinadores no comando de Arsenal e Chelsea, respectivamente, e Wenger nunca derrotou o português.

Com um início acachapante, o Chelsea, que teve David Luiz e Oscar como titulares, logo definiu a sua vitória. Em casa, o time abriu o placar da partida logo aos quatro minutos. Em um contra-ataque rápido, Eto'o recebeu passe de Schurrle, driblou o seu marcador e bateu de esquerda, com a bola entrando no ângulo da meta defendida por Szczesny. O segundo gol saiu logo depois, aos sete minutos, e foi marcado em finalização de Schurrle.

O lance mais polêmico se deu aos 14 minutos, quando Chamberlain fez uma defesa com a mão para impedir o gol de Hazard. O árbitro Andre Marriner marcou o pênalti, mas errou ao expulsar Gibbs. Hazard executou a cobrança e fez 3 a 0 aos 15 minutos.

O Chelsea diminuiu o ritmo, mas seguiu criando chances de gol, uma delas com David Luiz, e fez 4 a 0 com a participação direta de outro brasileiro. Aos 41 minutos, em contra-ataque, Fernando Torres cruzou para Oscar, que só precisou tocar a bola para as redes.

Na etapa final, o Chelsea nem precisou forçar muito o jogo para ampliar a sua expressiva goleada. O time chegou ao quinto aos 20 minutos, novamente com Oscar, que finalizou rasteiro de fora da área. O sexto gol foi marcado pelo egípcio Salah, que foi lançado por Matic, entrou na área e tocou na saída de Szczesny para definir a goleada do líder do Campeonato Inglês. Já o Arsenal, distante do sonho de voltar a ser campeão nacional, voltou a ser goleado por um concorrente direto - em fevereiro, perdeu por 5 a 1 para o Liverpool.

Leia tudo sobre: arsenalperdegoleadachelseajogomilwengercampeonato ingles