Suspeito é localizado por causa de rastreador em celular roubado

Ele e outros três comparsas assaltaram um restaurante e fizeram 27 vítimas; um deles foi encontrado após uma das vítimas contar à polícia que o Iphone roubado tinha rastreador

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Quase 30 pessoas foram assaltadas na madrugada deste sábado (22) dentro de um restaurante em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte. Dos quatro suspeitos envolvidos no assalto, apenas um foi preso e parte do material roubado foi recuperado.

Segundo a Polícia Militar, o grupo chegou ao restaurante localizado no bairro Jardim Ipê por volta da meia-noite. Um deles, o único que estava armado, anunciou o assalto e controlava as vítimas, enquanto os outros três passavam pelas mesas recolhendo pertences como celulares e carteiras. Alguns clientes do estabelecimento chegaram a ser agredidos. Ao todo, foram 27 pessoas roubadas no local. 

Após isso, os quatro fugiram em um Strada prata e não foram mais vistos, até uma das vítimas revelar que o Iphone roubado dela tinha rastreador. Por meio do dispositivo, os policiais localizaram o carro abandonado perto de um matagal, no distrito industrial de Lagoa Santa. O veículo era roubado.

Os suspeitos estravam no matagal e a polícia anunciou que iria soltar os cachorros, mas eles continuaram a fuga. Os cães da corporação foram atrás dos suspeitos e um deles, Johnny Lucas Silva de Ávila, 21, foi mordido nas pernas e braços e, detido, foi levado para o hospital.

Outros dois jovens foram abordados perto do local, também em uma mata, mas ficou constatado que a vegetação era parte de uma trilha que dava acesso a um condomínio e que os dois não tinham envolvimento com o assalto. Os outros três suspeitos ainda não foram localizados e Johnny foi preso. Vários objetos que estavam com ele e também no carro foram recuperados. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave