Lula vai conversar com bancada

iG Minas Gerais |

Brasília. Diante da crise com o PMDB, do crescente descontentamento da bancada do PT na Câmara com a articulação política do governo e da preocupação com o impacto desses percalços na campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula fará uma reunião com deputados federais do partido para tentar acertar os ponteiros. Há críticas também quanto à negociação dos palanques regionais feita pelo presidente do partido, Rui Falcão.

Deputados do campo majoritário do PT reclamam que as ações do Palácio do Planalto e da direção do partido em relação ao PMDB não correspondem à estratégia traçada para as eleições de outubro, que tem como prioridade reeleger a presidente Dilma.

“A tese aprovada no congresso do partido e pelo Diretório Nacional, com 80% dos votos, coloca o PMDB como aliança estratégica, mas o pessoal está meio perdido, porque as ações do governo e da direção do partido vão no sentido contrário”, afirmou um deputado da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB).

A princípio, a reunião com Lula estava prevista para segunda-feira, na sede do PT, em Brasília, mas o encontro foi adiado para depois de viagem do ex-presidente à Espanha, para onde vai na quarta-feira. Além de problemas de agenda de Lula e dos deputados, o partido achou conveniente fazer a conversa após a votação do Marco Civil da Internet.

Integrantes da CNB consideram um erro, por exemplo, o lançamento da candidatura do senador Lindbergh Farias (RJ) ao governo do Rio de Janeiro contra o PMDB. A avaliação, no entanto, é que agora a situação está cristalizada e não há como voltar atrás.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave